Andressa Diniz: Vale a pena ler: O que há de estranho em mim
Image Map

Vale a pena ler: O que há de estranho em mim

Oii pessoal, tudo bem?!

Falei que queria muito ler esse livro no post da "Wishlist literária" e já que eu não estava com grana para comprar todos os livros que eu quero, decidi baixar alguns no tablet e assim eu mato a minha vontade de ler! Então, todas as fotos são do meu tablet, me desculpem!

O que há de estranho em mim| Gayle Forman| Páginas: 201

O livro conta a história de Brit, uma garota super legal que tem alguns piercings, cabelo rosa e que toca numa banda. Mesmo não sendo uma garota "REBELDE" como a maioria dos adultos acham, ela não é. Brit, é uma menina de 16 anos que só quer se divertir tocando com seus amigos na sua banda, com seus piercings e com seu cabelo rosa, only!

Quando mais nova Brit morava com sua mãe e seu pai e era a garota mais feliz do mundo, com sua família perfeita, mas depois de um certo acontecimento - que eu vocês só saberão se lerem o livro -  Ela se vê morando com seu pai, com a monstra  (como chama carinhosamente sua madrasta) e seu irmão caçula por parte de pai. 

Brit, obviamente não se dá muito bem com sua madrasta, pois ela começa a implicar com a vida que ela leva com a banda, chegando tarde em casa por causa dos shows, por 1 ou 2 notas baixas na escola. A monstra não gosta muito dela, assim como Brit também não gosta de sua madrasta, pois não acredita que seu pai tenha "esquecido" sua mãe assim tão rápido.


Um belo dia o pai de Brit fala que eles vão viajar em família e mesmo sem querer viajar, ela arruma suas malas. Ela percebe que as malas do seu irmão e de sua madrasta não estão no carro e seu pai diz que eles vão de avião para que seu irmãozinho não fique muito tempo na estrada, afinal ele era um bebê, então ele avisa que somente eles dois irão de carro e Brit não desconfia de nada. 

No meio do caminho ela percebe que eles não estão seguindo pela estrada certa, e questiona seu pai e ele fala que primeiro eles vão parar num colégio para que ela conheça, pois no outro colégio, ela estava tirando notas muito baixas e ele queria que ela fosse para um outro colégio. E quando chegam lá, Brit é agarrada pelos braços por dois homens e descobre que aquela não era apenas uma visita, e sim, seu primeiro dia de aula.


E então ela é internada num "centro de tratamento residencial" pelo seu pai, que acredita que está ajudando sua filha, pois acha que ela pode ficar igual a sua mãe. Mas na verdade esse "colégio" só a faz mal. Ela se vê diante de um estranho tratamento e muito duvidoso método de terapia que inclui xingar as outras meninas que também estão internadas ali, e dedurar as infrações alheias para ganhar a liberdade. Ela não sabe em quem confiar e decide não cooperar com os concelheiros e acaba se isolando. Mas não fica sozinha por muito tempo, logo outras garotas (V, Bebe, Martha e Cassie) se unem na resistência àquele modo de vida cruel. Juntas, essas 5 garotas vão em busca de uma forma de desafiar o sistema e dar um fim ao suplício de viver numa instituição que as enlouquecem. 


Esse livro possui uma narrativa muito agradável e é daqueles livros que queremos sempre saber o que vai acontecer depois, depois e depois e quando vemos, já estamos no fim. Ele realmente vale a pena ler, pois nos mostra que com determinação e força de vontade, podemos vencer nossos medos e encarar todos os desafios e conseguimos vencer no fim.

Então é isso, espero que vocês tenham gostado!
Até o próximo post!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *