Andressa Diniz: Top 6 livros que eu recomendo + resenha
Image Map

Top 6 livros que eu recomendo + resenha

Oii pessoal, tudo bem??

Eu amo ler e escolher 6 livros para recomendar para vocês é uma missão quase que impossível, mas vamos lá...Eu escolhi 6 livros que me prenderam e que eu só sosseguei quando acabei de ler tuuuuudo!

Confere aí!

  • Quem é você, Alasca?

Quem é você, Alasca? conta a história de Miles Halter, carinhosamente chamado de "Gordo". Um adolescente magrelo, que até então não tinha amigos e que é fissurado por célebres últimas palavras e que está cansado de sua vida chata e sem graça em casa.

Miles vai para um colégio interno, Culver Creekonde logo faz sua nova amizade com Chip, também conhecido como "Coronel" que é seu novo colega de quarto. Coronel é um cara baixinho, bem legal, despojado e com uma personalidade no mínimo interessante. Não faz o estilo príncipe encantado, mas de alguma forma acaba nos encantando com seu jeito de ser. 

Chip apresenta Miles a Alasca Young, que é descrita por Green como uma garota inteligente, espirituosa, problemática e extremamente sensual. Ou seja, Miles acaba se apaixonando perdidamente por ela sem saber que Alasca tem um namorado (Jake). 

Miles também faz amizade com Takumi e Lara, está última vem a ser sua primeira namorada mesmo estando apaixonado por Alasca. 

Os quatro vivem grandes aventuras que vão desde MUITO DIVERTIDAS a MUITO PERIGOSAS e tudo o que acontece nos deixa impressionados de alguma forma. 

  • A culpa é das estrelas

Hazel Grace foi diagnosticada com câncer e desde muito nova se mantêm viva graças a um tratamento experimental. Depois de passar muitos anos praticamente em casa, lutando contra a doença, ela foi forçada pelos seus pais a participar de um grupo de apoio cristão, onde há vários jovens lutando contra o câncer assim como Hazel.

No grupo, ela conhece Augustus Waters, um jovem que também sofre com câncer. Os dois são bem diferentes e lidam com suas doenças de formas diferentes. Augustus sonha em deixar sua marca no mundo e quer ser lembrado, quer fazer a diferença antes de morrer. Já Hazel se preocupa apenas com a dor que poderá causar nos seus pais e não se preocupa se vai ser ou não lembrada.

Mesmo sendo muito diferentes, eles se apaixonam e juntos enfrentam os seus conflitos adolescentes e do primeiro amor, enquanto lutam para se manterem fortes um para o outro, tentando lidar da forma mais natural possível com o câncer.


  • A garota no trem

O livro conta a história da Rachel, uma mulher que pega o trem todos os dias no mesmo horário, das 8h04 de Ashbury para Londres, a princípio por causa do seu trabalho. Ela já sabe de cor todo o percurso que o trem faz.

Num determinado trecho da viagem, o trem sempre para no sinal vermelho e é lá que Rachel sempre observa a casa número 15 que é a casa de um jovem casal. Ela já está tão obcecada por eles que é capaz de descrever o que imagina ser uma vida perfeita para esse belo casal que em sua imaginação se chamam: Jason e Jess.

Um belo dia, o trem para no sinal vermelho e Rachel como sempre, olha rapidamente para a casa de número 15 na esperança de vê-los na varanda da casa, já fantasiando alguma cena super romântica, quando de repente ela testemunha uma cena chocante, uma cena que deixa Rachel com vários sentimentos diferentes e o sentimento de ódio é o mais predominante. Ela não consegue acreditar no que viu e começa a imaginar várias coisas, procurando entender o motivo daquilo ter acontecido e acaba tirando várias conclusões precipitadas.

Uns dias depois, Rachel fica sabendo que aquela moça que ela vem observando há muito tempo, na verdade se chama Megan e que ela está desaparecida, e Rachel fica tão desesperada pelo desaparecimento de Megan, ainda mais depois da cena que tinha visto dias antes, que não consegue se manter alheia à situação e vai à policia e conta o que viu. E acaba não só participando diretamente do desenrolar dos acontecimentos mas também da vida de todos os envolvidos.

  • As gêmeas do gelo

O livro conta a história de Sarah e Angus, um casal que há mais de 1 ano tenta lidar com a maior tragédia de seus vidas, a morte de uma de suas filhas, Lydia.

Lydia estava brincando com sua irmã gêmea IDENTICA (nem os pais conseguiam dizer quem era quem) Kirstie, quando de uma forma trágica cai da varanda da casa de seus avós e infelizmente acaba falecendo. Angus e Sarah não conseguem suportar a morte de Lydia e por isso decidem se mudar 1 ano depois para tentar recomeçar suas vidas junto com sua única filha, Kirstie.

Angus recebe uma pequena ilha na Escócia como herança de sua vó, e essa parece a oportunidade ideal para eles recomeçarem, longe de todas aquelas lembranças daquele trágico acontecimento. E assim eles vão morar na ilha.

Um dia Kirstie pergunta a sua mãe o motivo deles a chamarem de Kirstie, se na verdade ela se chama Lydia e afirma que eles estão confundindo suas identidades, e o mundo deles desaba mais uma vez. Como eles poderiam ter confundido a filha morta. Será que Kirstie é realmente Lydia?

Sarah então decide fazer uma investigação, começa a reparar MUITO em sua filha, para tentar descobrir a verdade. Tenta se lembrar como sua filha Lydia agia. Lydia era uma criança muito calma, adorava ler, o cachorro da família era bem calmo com ela e por ser essa criança mais meiga, era a filha favorita de Sarah. Já Kirstie era a gêmea mais agitada, adorava uma aventura e até o cachorro agia de forma diferente com ela e era a gêmea preferida do pai, Angus.

Mas agora Kirstie, a filha sobrevivente, está agindo da mesma forma que Lydia, e até o cachorro está agindo da forma que ele agia com Lydia. Isso deixava Sarah cada vez mais assustada, será que fizeram o funeral para filha certa?

Por serem idênticas não havia nenhuma forma de descobrir se Kirstie é realmente Lydia. Nem mesmo o DNA dela comprovaria de fato, quem é quem. Então Sarah decide fazer um teste, o grito das gêmeas era totalmente diferente, e o que fazia as duas gritarem de um jeito totalmente verdadeiro, cada uma com sua personalidade sem mentiras, era o medo de escuro. E foi isso que Sarah decide fazer, deixar Kirstie no escuro para analisar o grito dela, e assim conseguiria comprovar quem ela de fato era, Kirstie ou Lydia!

  • O que há de estranho em mim

O livro conta a história de Brit, uma garota super legal que tem alguns piercings, cabelo rosa e que toca numa banda. Mesmo não sendo uma garota "REBELDE" como a maioria dos adultos acham, ela não é. Brit, é uma menina de 16 anos que só quer se divertir tocando com seus amigos na sua banda, com seus piercings e com seu cabelo rosa, only!

Quando mais nova Brit morava com sua mãe e seu pai e era a garota mais feliz do mundo, com sua família perfeita, mas depois de um certo acontecimento - que eu vocês só saberão se lerem o livro -  Ela se vê morando com seu pai, com a monstra  (como chama carinhosamente sua madrasta) e seu irmão caçula por parte de pai. 

Brit, obviamente não se dá muito bem com sua madrasta, pois ela começa a implicar com a vida que ela leva com a banda, chegando tarde em casa por causa dos shows, por 1 ou 2 notas baixas na escola. A monstra não gosta muito dela, assim como Brit também não gosta de sua madrasta, pois não acredita que seu pai tenha "esquecido" sua mãe assim tão rápido.

Um belo dia o pai de Brit fala que eles vão viajar em família e mesmo sem querer viajar, ela arruma suas malas. Ela percebe que as malas do seu irmão e de sua madrasta não estão no carro e seu pai diz que eles vão de avião para que seu irmãozinho não fique muito tempo na estrada, afinal ele era um bebê, então ele avisa que somente eles dois irão de carro e Brit não desconfia de nada. 

No meio do caminho ela percebe que eles não estão seguindo pela estrada certa, e questiona seu pai e ele fala que primeiro eles vão parar num colégio para que ela conheça, pois no outro colégio, ela estava tirando notas muito baixas e ele queria que ela fosse para um outro colégio. E quando chegam lá, Brit é agarrada pelos braços por dois homens e descobre que aquela não era apenas uma visita, e sim, seu primeiro dia de aula.

E então ela é internada num "centro de tratamento residencial" pelo seu pai, que acredita que está ajudando sua filha, pois acha que ela pode ficar igual a sua mãe. Mas na verdade esse "colégio" só a faz mal. Ela se vê diante de um estranho tratamento e muito duvidoso método de terapia que inclui xingar as outras meninas que também estão internadas ali, e dedurar as infrações alheias para ganhar a liberdade. Ela não sabe em quem confiar e decide não cooperar com os concelheiros e acaba se isolando. Mas não fica sozinha por muito tempo, logo outras garotas (V, Bebe, Martha e Cassie) se unem na resistência àquele modo de vida cruel. Juntas, essas 5 garotas vão em busca de uma forma de desafiar o sistema e dar um fim ao suplício de viver numa instituição que as enlouquecem. 

  • Joyland

O livro conta a história de Devin Jones que consegue um emprego temporário no parque de diversões antigo chamado Joyland, no intuito de ocupar sua mente para conseguir esquecer a ex namorada que partiu seu coração. 

No novo emprego ele descobre que uma garota chamada Linda Gray  foi morta ali no parque, por um serial killer e diz a lenda que seu espírito ainda assombra o trem fantasma (onde a menina foi morta!)

É claro que Devin decide investigar o caso, já que o assassino ainda está solto. Ele embarca na sua própria investigação para juntar as peças até conseguir encontrar o assassino para que o espirito de Linda Gray seja libertado.

No decorrer da história vai acontecendo várias coisas legais! Devin faz vários amigos e também vai descobrindo várias coisas sobre o assassino até descobrir quem ele é e pááá não dá pra acreditar que o assassino é .... !! Eu juro que fiquei chocada e acredito que vocês também vão ficar!!

Então é isso amores, espero que tenham gostado das dicas de livros!
Até o próximo post!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *